No vasto mundo do fitness e do bem-estar, ambos pilates ou musculação são métodos altamente populares, que pessoas dos mais diversos perfis incorporam em suas rotinas diárias de exercícios. 

Ambos têm seus benefícios exclusivos e atraem públicos diferentes, com objetivos e metas que não se assemelham, porém compartilham certas semelhanças que podemos considerar. 

Nós decidimos, então, explorar as diferenças e semelhanças entre essas duas práticas, para ajudar você a tomar uma decisão embasada sobre qual é a mais adequada para suas necessidades e objetivos, pilates ou musculação.

 

Os princípios são distintos

Um ponto de diferenciação que fará toda a diferença ao decidir se você irá praticar pilates ou musculação é o princípio que baseia as instruções, movimentos e finalidades das duas práticas. 

O pilates foi desenvolvido no início do século 20 por Joseph Pilates, ou seja, é mais recente e visa melhorar a postura e a saúde geral por meio de exercícios de baixo impacto. Em outras palavras, é pensado para ser praticado de forma menos rápida, com resultados mais duradouros para a mobilidade do corpo.   

Durante o processo de criação do pilates, ele enfatizou a importância da consciência corporal, da respiração controlada, e da qualidade dos movimentos ao invés da quantidade, para que quem pratica esteja “presente no momento”. 

Para pessoas que sofrem com sintomas de ansiedade, por exemplo, ou enfrentam dificuldades específicas que irão dificultar a musculação, é uma opção que com certeza deve ser considerada. 

A musculação, por outro lado, tem raízes mais antigas e está focada principalmente no fortalecimento e no aumento da massa muscular. 

Pilates ou musculação: qual é melhor?

Mais especificamente: 

A massa muscular refere-se à massa total dos músculos em um corpo, incluindo músculos lisos, músculos esqueléticos e o músculo cardíaco. Quando falamos sobre ganho ou perda de massa muscular, geralmente estamos nos referindo ao tecido muscular esquelético. 

Estes tecidos são os músculos que a maioria das pessoas pensa quando ouve a palavra “músculo”. Eles estão ligados aos ossos e são responsáveis por mover o esqueleto. Seus movimentos são voluntários, o que significa que podemos controlá-los conscientemente. 

Quando as pessoas se exercitam, no pilates ou musculação, e realizam treinamentos de resistência ou levantamento de peso, elas estão trabalhando para aumentar a massa desses músculos. Eles são, porém, trabalhados de forma e com intensidades diferenciadas em cada modalidade. 

 

E isso vale para qualquer prática! 

Manter ou ganhar massa muscular é benéfico para todos, desde atletas até idosos, pois ajuda na função física, no equilíbrio e no metabolismo. À medida que as pessoas envelhecem, é natural perder alguma massa muscular, um fenômeno conhecido como sarcopenia (vale a pena pesquisar um pouco este tópico!). 

E exercícios regulares unidos à uma dieta adequada podem ajudar a prevenir ou atenuar essa perda. Ao longo dos anos, o exercitar-se evoluiu para incluir uma variedade de equipamentos, técnicas e abordagens, mas o objetivo principal permanece sendo o desenvolvimento muscular, seja pilates ou musculação, ou o que você escolher.

 

Quais as semelhanças?

Objetivo de Fortalecimento: Seja pilates ou musculação, ambos os métodos buscam fortalecer o corpo. Enquanto a musculação foca no aumento da massa muscular, o pilates visa o fortalecimento dos músculos profundos, especialmente os do core.

Uso de Equipamentos: Tanto no Pilates quanto na musculação, existem séries de exercícios que utilizam equipamentos. No pilates, máquinas como o Reformer e a Cadillac são comuns. Na musculação, temos os halteres, máquinas de peso e bancos.

Adaptação às necessidades individuais: Ser adaptado para atender às necessidades e limitações individuais é uma possibilidade para o pilates ou musculação. Existem exercícios e modificações para diferentes níveis de habilidade, idades e condições de saúde em ambos, que o profissional responsável pode utilizar de acordo com cada contexto e cada praticante.

Pilates ou musculação: qual é melhor?

As diferenças são grandes? 

Enfoque no corpo inteiro vs. prática localizada: O Pilates é uma abordagem de corpo inteiro. Cada exercício é projetado para envolver vários grupos musculares simultaneamente, promovendo equilíbrio e simetria. 

Em contraste, na musculação, muitas vezes os exercícios focam em grupos musculares específicos, permitindo o isolamento e trabalho intenso em áreas específicas.

Natureza dos exercícios: Enquanto o Pilates enfatiza a fluidez, controle e precisão de cada movimento, a musculação geralmente envolve movimentos mais curtos e repetitivos com foco na resistência.

Integração da mente e do corpo: O Pilates tem um forte componente mental. A prática exige consciência do alinhamento do corpo, da respiração e do controle dos movimentos. Já na musculação, embora a consciência corporal seja importante, a conexão mente-corpo não é tão enfatizada.

Impacto e intensidade: Os exercícios de pilates são de baixo impacto e são frequentemente recomendados para reabilitação e para pessoas com certas condições de saúde. A musculação, especialmente com pesos pesados, pode ser de alta intensidade e é mais propensa a causar impacto nas articulações e músculos.

 

E qual eu escolho? 

A decisão por pilates ou musculação realmente depende dos seus objetivos individuais, do que você espera dos profissionais, quais resultados está buscando, suas motivações, entre outras variantes. 

Se você está procurando desenvolver massa muscular visível e aumentar a força máxima, a musculação pode ser mais adequada. Por outro lado, se você deseja melhorar sua postura, sua flexibilidade, e fortalecer os músculos profundos (especialmente os do core) para ter maior mobilidade, pode ser que o pilates seja a melhor escolha.

Muitos praticantes descobrem que combinar ambos em suas rotinas oferece os benefícios máximos. Por exemplo, você pode incorporar sessões de pilates para melhorar a flexibilidade e a consciência corporal, enquanto mantém sessões de musculação para focar no desenvolvimento muscular e na força que está buscando.

Tanto o pilates quanto a musculação são métodos eficazes para melhorar a força e a condição física. Embora tenham diferenças fundamentais em suas abordagens e objetivos, ambos têm o poder de transformar o corpo e a mente quando praticados regularmente e corretamente, com acompanhamento profissional qualificado. 

Precisa consultar um profissional de fitness e quer experimentar ambos para encontrar o equilíbrio perfeito para suas necessidades? Entre em contato conosco pelo nosso WhatsApp ou pelas nossas redes sociais (Instagram e Facebook). 

Para mais dicas sobre o mundo fitness acompanhe o nosso conteúdo no YouTube e nossas postagens no blog